Empresários de Caratinga ganham habeas corpus para responder a processo em liberdade sobre fraude em licitação

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais concedeu habeas corpus para os empresários caratinguenses que estavam presos suspeitos de participação em esquema de fraudes em licitações na prefeitura de Teófilo Otoni.Nos termos do acórdão, consta que os suspeitos Thiago Mendes Pereira Genelhu e Túlio Mendes Pereira Genelhu preenchem os requisitos para responderem ao processo em…